O amor das mães pelas fotografias

postado em: Artigos | 0

O dias das mães esta quase aí e com ele comemoramos essa figura essencial na vida de todos.  E fomos atrás de fotografos que se dedicaram a capturar momentos dessa pessoa tão mágica em nossas vidas. Ambos os fotografos escolhidos se destacaram com um registro sensível e emocional.

Sujata Setia

Quando se tornou mãe e percebeu todo o sentimento mágico por trás da maternidade Sujata se deu conta que não conhecia alguém de confiança para capturar esses momentos. Foi então que surgiu com a idéia de ela mesma capturar esse sentimento único.

Residente da Inglaterra Sujata agora fotografa mães de diversos lugares ao redor do mundo contando suas histórias com fotografias. Já ganhou inclusive vários prêmios e divulgação internacional.

 

 

Ken Heyman

Um fotografo veterano e muito conhecido em seu meio Ken se destaca por suas lindas fotografias. Agora com 83 anos encontrou guardado fotografias de 50 anos atrás intituladas “Mãe”. Os registros contém fotografias em preto e branco de mães de diversos países e suas relações com seus filhos. Nele é possível comparar a mudança que houve ao longo dos anos no relacionamento entre mãe e filho.

Ken Heyman

 

Ken Heyman

 

Ken Heyman

 

Ken Heyman

Ken Heyman

Podemos observar em todos os registros o carinho e amor passado da mãe para o filho. Até porque sem essa figura essencial em nosso nascimento merece um data só dela né?

 

Compartilhar

A magia da foto analógica no smartphone

postado em: Artigos | 0

Com o passar do tempo vamos reciclando tendências de anos atrás. Um grande exemplo é a foto analógica que bombou muito nos últimos meses. infelizmente um dos grande empecilhos é o valor de uma câmera analógica e ter que achar um lugar para revelar a foto. Apesar de existir alternativas como câmeras descartáveis que existem até em modelos a prova d’agua.

Entretanto uma alternativa que temos para ter o mesmo efeito na imagem que temos na foto analógica são os aplicativos.  Hoje em dia existem apps incríveis que recriam até o a experiência de visualização da câmera. Uma ótima idéia para fotografar de forma diferente em casa. Fizermos a curadoria de 3 incríveis aplicativos e vamos falar um pouquinho de cada logo abaixo. Todos os apps são gratuitos e disponíveis tanto para IOS e Android.

 

Foto Analógica na Gudak Lite

Esse aplicativo é simplesmente incrível tanto em qualidade quanto em suas fotos. Seu design para fotografar é extremamente semelhante a uma câmera analógica. Com ele você realmente tem a experiência de fotografar com uma câmera com a praticidade do smartphone. Além de tudo você ainda tem a’ experiência de ter somente 24 poses por filme, ou seja, após gastar as poses tem que recarregar o filme. E o mais legal você só terá acesso a suas fotos depois de 72 horas necessárias para a revelação.

IMG_20200506_173447 (1)

 

 

Foto App de fotos antigas, retrô e vintage - Imagem 2

 

 

Huji Cam

O Huji Cam é um dos aplicativos mais famoso a proporcionar o visual vintage a fotos. Com seu efeito suas fotografias pareceram as tiradas pelas analógicas dos anos 80. Seu efeito flare  e a data de captura proporcionam um charme a mais em suas fotos.

aplicativo vintage, app android, app filtro huji cam, retro photos ...

 

FIMO

O FIMO se assemelha  ao Gudak por seu design lembrar de uma câmera analógica, mas aí que as semelhanças param. Ao contrario do outro app o FIMO possui um design de câmera analógicas mais profissionais e antigas. Com botões de zoom e flash ele também possui uma visualização melhor da foto. Sem falar que você tem acesso imediato as fotos. Um aspecto muito interessante nele é que você pode trocar os filmes utilizados, de forma bem gráfica e divertida. E ao trocar o filme você também obtém foto diferentes igual a antigamente.

IMG_20200506_173506 (2)

Compartilhar

Foco Manual: Como aproveita-lo melhor

postado em: Artigos | 0

Quando peguei a primeira câmera na mão e descobri o que era o foco pensei “só girar, super fácil”. Acontece que não foi bem assim. O foco é uma parte essencial da fotografia. Ele determina o objeto que recebera destaque em sua foto, por isso precisa ter bastante cuidado ao usa-lo. Por exemplo, apesar de existir o foco automático em algumas situações a melhor pedida continua sendo o foco manual.

Tipos de fotografias perfeitas para o foco manual

Paisagens

Aquelas fotos de paisagens maravilhosas que parecem continuar por quilômetros. Para ter esse efeito o foco manual é essencial. Utilizando o automático você pode acabar com aquele indesejado efeito plano em sua foto.

Douro-Vinhateiro

 

Em movimento

tem coisa mais difícil do que fotografar um objeto em movimento? Sim, conseguir uma imagem em movimento com foco. Mas esse feito não é impossível se usar o nosso querido foco manual. Sabe qual é o segredo? Escolha um ponto da imagem para focar antes de disparar e quando seu objeto alcança-lo é só disparar.

unnamed

Fotografando animais

Fotografando através de folhagens, ou galhos, ou outros animais, o manual e uma abertura maior transforma o primeiro plano em um blur agradável e colorido. Outra grande vantagem é que dependendo do animal e do ambiente você não tem garantia de que ele ficará parado, portanto a dica do objeto em movimento também pode ser utilizada.

BBPfzHB

Compartilhar

Histograma: O que é esse gráfico da câmera?

postado em: Artigos | 0

Esse gráfico diz muito sobre nossa imagem, e muitas vezes por não saber como interpretá-lo acabamos tendo impressões erradas sobre a foto – o que não é legal!

Quando olhamos a foto no visor da câmera ou do computador nós estamos vendo somente a interpretação desses dispositivos quanto à verdadeira imagem. A única forma de saber a verdadeira informação contida naquela imagem é vendo isso graficamente. E é aí que entra o histograma!

Como ele é e onde encontrá-lo

O histograma é um lindo, simpático e inconfudível gráfico:

histograma

 

Nas câmeras digitais o histograma costuma aparecer quando definimos mostrar mais informações / detalhes sobre a foto que foi tirada.

 

Como interpretar um Histograma?

A princípio a gente acha que é complicado, mas por incrível que pareça é muito mais simples do que imaginamos. O gráfico simplesmente “diz” a quantidade de luz e sombra de uma imagem.

histograma-o-que-e

Do lado extremo esquerdo encontramos a quantidade de pontos (pixels) totalmente escuros – preto, e do lado extremo direito encontramos a quantidade de pontos totalmente claros – branco. No meio disso encontramos os tons de cinza que estão no meio do caminho.

Na prática

Nossa câmera quer evitar fotos escuras ou fotos claras, portanto a tendência é que ela procure fazer fotos com um histograma mediano, assim:

histograma-perfeito

 

Já adianto que quase nenhuma foto sua vai ficar com um histograma exatamente com esta montanha no meio, mas é o que nossas câmeras normalmente procuram. É esta luminosidade que ela vai procurar quando usarmos a câmera no automático e é esta luminosidade que ela vai nos falar que está correta quando usamos o modo manual (com aquela setinha no zero do fotômetro).

Mas existem momentos em que uma foto é de fato repleta de tons mais escuros e mais claros. Ao fazer fotos assim podemos checar o histograma para conferir se a exposição está mesmo correta e tudo que está escuro na cena também está escuro na foto. Veja os exemplos abaixo:

 

histograma-foto-escura

Na primeira imagem o histograma tem um pico no lado esquerdo e quase nada no lado direito. Isso significa que a foto tem muitos pontos escuros. É só olhar a foto para “provar” isso: é uma foto com poucos detalhes claros.

histograma-foto-clara

Na segunda imagem o histograma tem um pico no lado direito. Isso significa que a foto tem enormes quantidades de pontos claros e poucos pontos escuros. Mais uma vez olhamos a foto e vemos que isso é verdade.

 

 

Compartilhar

Fotografias famosas e suas histórias

postado em: Artigos | 0

Já parou para pensar em todas aquelas fotografias incríveis que você já viu ao longo do tempo? Fotografias tão icônicas que apesar do tempo são reproduzidas até hoje. Seja a técnica usada, a iluminação ou a emoção passada tem uma pessoa responsável por torna-la inesquecível. Isso mesmo o fotografo, e sabemos que muitas vezes nem o nome é divulgado. A seguir vamos falar de algumas das fotografias mais famosas e um pouco da história por trás de cada.

Robert Doisneau, o cotidiano parisiense

Publicado na revista americana Life em 1950, a foto “Le baiser de L´Hotel de Ville” ficou conhecida no mundo inteiro.

E por um bom motivo, esta foto se tornou o símbolo do movimento da fotografia humanista. Um gênero bem representado por Robert Doisneau, o autor desta foto, que tinha como principal objetivo mostrar as coisas mais belas da humanidade depois de tantos anos em guerra.

Robert Doisneau fotografava homens e mulheres de Paris e de outros lugares. Foi na rua, registrando os devaneios da vida suburbana parisiense, que o fotógrafo gravou seu nome na história.

Ela representa um homem e uma mulher se beijando enquanto caminhava em uma calçada cheia de transeuntes.

 

Araquém Alcântara: um dos fotógrafos famosos brasileiros

Manacapuru, Amazonas. Seu principal tema é a natureza, a qual muitas vezes explora como andarilho – seja para mostrar a diversidade ecológica ou ressaltar questões ambientais.

Nasceu em Florianópolis, em 1951, mas estudou jornalismo na Universidade de Santos (SP). Começou a trabalhar como fotojornalista em São Paulo nos anos setenta, colaborando com os jornais O Estado de São PauloJornal da Tarde; e com a revista Isto É, antes de passar a trabalhar de forma independente em meados dos anos oitenta.

Seus temas giram em torno da natureza e de questões ecológicas. Araquém é o primeiro dos fotógrafos brasileiros a produzir uma edição especial para a National Geographic Society.

Quem é Araquém de Alcântara

 

Mario Testino, fotógrafo de moda

Nascido em 1954 em Lima, Peru, Mario Testino é provavelmente o fotógrafo de moda mais influente do mundo! Tendo colaborado com as mais prestigiadas revistas de moda, como Vogue, V Magazine e Vanity Fair, Mario Testino tirou fotos de modelos famosas e celebridades em todo o mundo. É graças a ele que devemos o sucesso de marcas famosas como a Burberry ou Versace: sua maneira de imortalizar as roupas através de sua lente fotográfica permanece única.

Também conhecido por sua famosa serie fotográfica em que capturou diversas celebridades de toalha branca.

Kristen Stewart posa nua para ensaio do fotógrafo Mario Testino ...

 

Annie Leibovitz, a fotógrafa

Annie Leibovitz é provavelmente a fotógrafa mais famosa do mundo! Nascida em 1949 no estado de Connecticut, Annie Leibovitz logo se interessa por arte, especialmente pintura, desde tenra idade. Cada vez mais atraída pela fotografia durante seus estudos, foi em sua viagem ao Japão que sua visão da oitava arte evoluiu, e ela decidiu continuar neste ramo em seu retorno aos Estados Unidos.

Por muitos anos, Annie Leibovitz é responsável por tirar o retrato das maiores celebridades da revista Vanity Fair. Devemos-lhe algumas capas icônicas, como a da grávida Demi Moore ou Whoopi Goldberg tomando banho de leite.

Annie Leibovitz Demi Moore Pregnant | The much-discussed ...

 

Anne Geddes, fotógrafa dos pequenos

Nascida em 1956 na Austrália, Anne Geddes é uma fotógrafa autodidata, cujo tema favorito são crianças e bebês. Começando sua atividade em Hong Kong, vão ser necessários alguns anos para que Anne Geddes levasse mais a sério a arte de fotografar crianças.

Ela ficou conhecida depois de criar uma série chamada “Cabbage Kids”, fotos estilizadas onde é possível ver crianças descansando em folhas de salada. Esta característica peculiar está presente em todo o seu trabalho: as crianças são frequentemente fotografadas como flores, fadas, contos de fadas ou pequenos animais.

Tendo vendido mais de 18 milhões de livros em todo o mundo, Anne Geddes é reconhecida na cultura pop.

Sem cara de joelho: recém-nascidos estrelam ensaios fotográficos ...

 

 

Compartilhar
1 2 3 4 5 6 55