Como Escolher o Cartão de Memória (SD) ideal?

postado em: Artigos | 0

foto internet

Com tantas opções no mercado, escolher um cartão de memória vai muito além da capacidade de armazenamento. Cada letra ou número significa algo que deve ser levado em consideração na hora de escolher o cartão de memória (SD) ideal para o tipo de arquivo que vai trabalhar! Isso evita incompatibilidade e complicações futuras como; câmera parando no meio da gravação ou travando ao fotografar em RAW.

Nesse post vamos te explicar tudo que você precisa saber para comprar o seu próximo cartão de memória! 😉

foto internet

IDENTIFICANDO LETRAS E NÚMEROS DE UM CARTÃO DE MEMÓRIA

Cartões de Memória (SD) seguem um padrão de identificação para facilitar a escolha do modelo. Alguns podem mudar a posição, mas todos seguem o mesmo padrão de letras e número independente da localização. Neste exemplo, vamos utilizar o cartão Extreme Pro da marca SanDisk 64GB.

Calma, vamos explicar todos eles 🤓↴

CAPACIDADE DE ARMAZENAMENTO

Geralmente a capacidade de armazenamento é a primeira escolha que fazemos. Mas algumas pessoas ainda têm dúvida e acabam gastando mais, comprando capacidades de armazenamento maiores do que realmente precisam. Portanto, vamos utilizar o nosso cartão SD de exemplo com 64GB. Em média é possível registrar 1.144 fotos em RAW com resolução de 16MP, já para gravações é possível realizar cerca de 320min (5h33) em formato FullHD.

fonte; tabela de quantidade de fotos → https://kb-pt.sandisk.com/capacidade-de-armazenamento-de-um-dispositivo-de-mememoria

FORMATOS

Os formatos ou “tipos” (como preferir chamar 😉) são classificações que usamos para identificar a capacidade de armazenamento, essa nomenclatura ajuda muito na hora de verificar se o seu dispositivo é compatível com a capacidade de armazenamento escolhida. Câmeras DSLR costumam ser compatíveis com todos os formatos, SD, SD HC e SD XC. Abrindo apenas algumas exceções para modelos de câmeras antigos que podem não aceitar, nesse caso é necessário verificar no manual do produto até qual formato o seu dispositivo/equipamento é compatível.

Cada formato suporta diferentes capacidades de armazenamento ↴
SD → Capacidades SD variam de 128MB até 2GB.
SD HC → Capacidades SDHC variam de 4GB até 32GB.
SD XC → Capacidades SDXC vão desde 64GB até 2TB.

CLASSES definem a velocidade de comunicação que o cartão SD vai ter com o seu dispositivo/equipamento. Para câmeras, onde a comunicação precisa ser em tempo real, quanto maior a classe, melhor! Com a evolução da tecnologia, hoje contamos com 3 tipos de classes.

CLASSE DE VELOCIDADE

A primeira e mais antiga delas é a Classe de Velocidade, o seu símbolo lembra a letra “C”, dentro vai os números de identificação, sendo eles 2, 4, 6 ou 10.
O mínimo para arquivos RAW, fotos sequenciais e gravação de vídeo* é 6MB/s (classe 6). Mas se você pode investir um pouquinho mais, dê preferência para cartões que suportam até 10MB/s (classe 10).

Aqui está todas as classes disponíveis no mercado e até qual velocidade cada uma suporta ↴
Classe 2 → Suporta até 2 MB/s  de gravação sequencial.
Classe 4 → Suporta até 4 MB/s de gravação sequencial.
Classe 6 → Suporta até 6 MB/s de gravação sequencial.
Classe 10 → Suporta até 10 MB/s de gravação sequencial.

CLASSE DE VELOCIDADE DE VÍDEO

Essa classe, também conhecida como selos “V”, foram otimizados para gravação de vídeo. Para escolher a Classe de Velocidade para Vídeo ideal é necessitário identificar a resolução máxima de gravação da sua câmera e escolher de acordo com o selo V indicado, juntamente com a classe de velocidade.

Temos aqui alguns exemplos de resoluções padrão e selo V indicado ↴
Full HD → Câmeras que gravam em Full HD podem ser facilmente atendidas com selos → V6, V10 e V30.
Já gravações em 4K, o recomendado é → V30 ou V60.
Em câmeras, onde a resolução vai até 8K é indicado selos → V60 ou V90.

CLASSE DE VELOCIDADE USH

Aqui chegamos em uma classe confusa! 🥴 Mas é culpa da SD Association 😂
A Classe de Velocidade USH é a tecnologia mais avançada de classes disponíveis hoje no mercado.
Até agora, só falamos sobre a velocidade mínima que o fabricante garante entregar em cada cartão. Pra ficar mais fácil de entender, vamos entrar no tópico: VELOCIDADE MÁXIMA DE LEITURA → Cartões SD classe 2, 4 e 6 são chamados de “Normal Speed”, já cartões classe 10 são “High Speed” e tem a classe UHS, que hoje conta com duas gerações, sendo a USH-I e USH-II.

Pra ficar ainda mais fácil, funciona basicamente assim ↴
Normal Speed (classe 2, 4 e 6): tem 12,5 MB/s de taxa de transferência máxima;
High Speed (classe 10): conta com 25 MB/s de taxa de transferência máxima;
Já a UHS-I: fica entre 50 MB/s ou 104 MB/s de taxa de transferência máxima;
A geração II da classe UHS: vai de 156 MB/s podendo chegar a 312 MB/s de taxa de transferência máxima 😱

Resumindo, a classe UHS-I entrega no mínimo 50% mais velocidade do que a classe 10 😱 É muita velocidade né?!

Muita informação?! Pra te ajudar, uma tabela resumida ↴

Ah, precisa de ajuda? Estamos à disposição nas redes sociais 😃 Qualquer coisa, chama no direct! 💛

Compartilhar

Qual Flash Comprar?

postado em: Artigos | 0
foto internet

Se você é um profissional da fotografia, em algum momento você precisou ou ainda vai precisar de uma fonte de luz auxiliar. O flash de câmera é o mais conhecido e utilizado entre os profissionais, por ser prático e pela sua versatilidade.

É comum encontrar alguns profissionais com medo ou totalmente contra flash. Mas nesse post vamos descomplicar e te auxiliar na escolha do flash de câmera ideal 😉

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

TIPOS DE FLASH

foto internet

Com o mercado fotográfico crescendo e inovando a cada dia, encontramos diversos tipos de flash, aqui está uma lista com os mais conhecidos;

EMBUTIDO/INCORPORADO: Esse modelo já vem acoplado ao lado da câmera do seu smartphone ou no corpo da câmera. Geralmente tem uma alta potência de luz e por ser “direta” gera contrantes fortes e sombras duras.

DEDICADO/SPEEDLITE: Também conhecido como “cabeça de martelo” o flash dedicado é o favorito entre fotojornalistas e fotógrafos de eventos/casamentos pela sua liberdade de ajuste, tanto na potência de luz, quanto no ângulo.

ANELAR: Muito utilizado em fotografia macro e exame ortodôntico, o flash anelar é um acessório redondo que encaixa na lente. Gera uma luz uniforme que ressalta detalhes do objeto fotografado.

TOCHA: A grande maioria desse tipo de flash é conectado diretamente a rede elétrica, conhecido também como flash de estúdio, é comum (e recomendado) utilizar acessórios como sombrinhas para rebater e suavizar a luz.

Esqueci algum? 🤔 Entre esses tipos de flash, existe ainda algumas versões, como o flash dedicado que é possível encontrar com modo TTL ou apenas manual.

Além disso, temos diversas marcas, entre elas sendo as mais famosas Canon, Nikon e principalmente Yongnuo, que entrega um excelente resultado com baixo custo.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

travel click Sticker by Shay Mitchell

Recebemos diversas mensagens e comentários com perguntas sobre flash, então decidimos responder algumas aqui, já que pode ser que seja uma dúvida sua também 😉

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

COMPATIBILIDADE

Como saber se o flash é compatível com a câmera? É sempre bom verificar as especificações do produto. Marcas como Canon e Nikon são fabricantes de câmeras e flashes, seus produtos são compatíveis entre si, então se você tem uma câmera Canon, ela vai ser 100% compatível com flash Canon. Já marcas como Yongnuo e Godox atendem as duas marcas, geralmente saem como duas versões do mesmo flash, mudando apenas a compatibilidade entre eles; “Flash Yongnuo para Canon” e “Flash Yongnuo para Nikon”.

As câmeras T100, T7 e SL3 tiveram uma modificação em sua sapata, a remoção do pino central e para utilizar flash de outras marcas é preciso atualizar o firmware. No canal 35 milímetros o fotografo Ronaldo recebeu o seu amigo e também fotografo Andrey Lanhi para explicar sobre essa modificação.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

QUANDO DEVO UTILIZAR O FLASH?

Existem diversas maneiras e técnicas de utilizar o flash e aproveitar ao máximo o seu equipamento. Mas sendo breve, devemos utilizar o flash de câmera quando a luz do local não é suficiente, também é possível utiliza-lo para luz de preenchimento, criar sombra para uma luz criativa e destacar objetos moldando ou isolando fundo.

Ah, lembrando que qualquer dúvida estamos à disposição para te auxiliar 💛 Chama a gente no direct do instagram @tudoprafoto 😉

Compartilhar

Instax Mini 9 e dicas para fotografar com ela

postado em: Artigos | 0

A câmera Instax Mini 9 é uma das câmeras mais conhecidas, você provavelmente já viu alguma foto dela pelo seu feed. Uma verdadeira febre começou quando as antigas câmeras analógicas voltaram a ser objetos de desejos.

Com a Instax Mini 9 você tem toda a experiência das câmeras antigas com a praticidade dos dias atuais. Porque dois minutos após tirar sua foto você a tem em mãos, medindo 6×9 cm e com bordas brancas são perfeitas para decorar sua casa.

Configurações da Instax Mini 9 e como utilizá-las

A Instax possui algumas configurações que ajudam a fotografar de forma mais tranquila se você não possui tanto conhecimento sobre fotografia analógica.

Ela reconhece automaticamente a iluminação do ambiente e indica a melhor opção de abertura do diafragma a ser utilizada por meio de uma luz de LED. Então é só girar o botão de ajuste de brilho para a posição (marca) da lâmpada acesa. O flash da câmera sempre dispara, em todos os modos, a foto de ser tirada com uma distância mínima é de 60 cm.

A câmera possui 5 opções de exposição identificadas com desenhos:

  • Casa (interior), nuvem (nublado)
  • Sol (dia de tempo bom)
  • Sol com mais intensidade (dia de muito sol com muita luminosidade)
  • High-Key (lugares muito escuros).

Aqui podemos observar a diferença de um modo para outro como a foto se altera apesar de ser a mesma luz.

Aqui a diferença de uma abertura para outra fica ainda mais visível. Sendo que na primeira doto da esquerda é o indicado pela câmera.

Apesar da câmera indicar o modo mais adequado você também pode variar, usar um modo mais claro ou mais escuro podem oferecer um efeito legal a sua foto. Entretanto o mais indicado para não perder sua foto é usar o modo “acima” ou “abaixo”. Pois quando aumenta ou diminui mais de um você pode acabar estourando a imagem ou escurecendo demais.

Filtros

A instax também disponibiliza alguns acessórios que podem ajudar a dar um diferencial a suas fotos. Um com exemplo são os filtros que acompanham o modelo Roxo Açaí. Você também pode encontrar em alguns sites os filtros avulsos para comprar.

A Instax Mini 9 uma câmera é uma ótima câmera para sentir aquele sentimento de nostalgia ao ter sua foto revelada na hora. E apesar de ter recursos mais limitados que uma câmera digital você ainda pode “brincar” com sua configurações e conseguir um resultado bem diferente.

Em nosso site você encontra alguns modelos e o melhor: com um descontinho bem legal na Semana Brasil. Mas corre que é só até dia 12/09!

Compartilhar

Principais tipos de lente: saiba como usar cada uma

postado em: Artigos | 0

Na matéria anterior conferimos algumas características das lentes fotográficas e como interpretar seus principais termos. Enfim, vamos agora conhecer os 4 principais tipos de lente e para que cada uma serve.

Super zoom

A super zoom são umas das mais fáceis de se achar e de “controlar”. Por exemplo, a grande maioria das câmeras semi-profissionais possuem uma super zoom acoplada, o que acaba gerando um certo receio na hora de comprar essa câmera. Fica tranquilo que é possível fazer muito com esse modelo, principalmente se você esta indo no caminho da fotografia e não quer gastar muito.

Uma ótima câmera para viagens, elas cobrem uma área muito grande, você consegue também os queridos fundos desfocados de forma bem fácil. Possuem as mais lentas aberturas máximas.

lente zoom

Lente “Normal”

Também conhecida como standard, é quase o modelo padrão que acompanha câmeras DSLR. Sua distância focal é entre 35-70mm. É a que está mais perto da visão humana, é o que dizem pelo menos. Portanto é uma boa escolha se você procura uma lente para fotografia com pouca luz, e ela na maioria dos modelos tem uma profundidade de campo mais curta já que sua abertura normalmente é maior.

Macro

A lente Macro é a responsável por aquela foto de uma gota d’água ou um inseto em que podemos observar com nitidez até suas antenas. Sua distância focal fica entre 40-200mm. Apesar de ser conhecida pro sua fotografia de pequenos objetos ela pode ser usada para todas as distâncias, mas a que vai obter a maior distância será a com menor distância.

Teleobjetiva

Se você procura fotografar detalhes de uma paisagem essa a lente que você procura, porque ela ira aproximar o objeto desejado. Esta é a lente utilizada se você procura fotografar pequenos detalhes em uma grande paisagem, pássaros, a lua, estrelas, etc.

Compartilhar

Lentes para câmeras e como entende-las

postado em: Artigos | 0

Se você esta começando nesse mundo fantástico da fotografia aposto que ficou confusa com todos os números e nomes de lentes para câmera. O que é abertura, o que o formato quer dizer, o zoom?

Com todas essas informações e números parece uma aula de matemática, né? Mas não é tão difícil assim. E agora vou explicar da forma mais descomplicada possível!

Distância Focal da lente

E o que é distância focal? Nada mais é do que a capacidade zoom da sua lente. aquele número na lente seguido de um mm é a capacidade de zoom. E a regra aqui é essa: quanto maior for o número maior é a capacidade de zoom e quanto menor o número maior será o campo de visão.

lentes fotograficas

E se fosse estiver pensando “tá, mas e as lentes que tem dois números com um traço no meio ?” Bom, vou explicar, essa é uma lente zoom e esse números são o mínimo e o máximo de distância focal entre os números. Agora quando é um número somente significa que é uma lente prime (fixa).

Abertura máxima das lentes

Já vimos o que é abertura máxima, agora como entender para por em prática essa função?

Os números de abertura podem ter um conceito um pouco confuso, mas prestando atenção você pega o jeito. É o seguinte, a abertura normalmente pode ser representada, por exemplo, por f/2.8, F2.8 e 1:2.8. E quanto maior é esse número significa que menor é a abertura.

Na imagem acima podemos ter uma idéia melhor de como funciona a abertura. E também quanto maior a abertura mais luz a lente é capaz de captar.

Sabe aquele efeito lindo de desfoque no fundo de uma fotografia? A abertura também é responsável por esse efeito, que destaca um objeto de sua imagem.

Viu? Não é tão difícil assim, né? No próximo post iremos falar um pouco mais sobre as lentes.

Compartilhar